Diamante azul: existem diamantes coloridos?

Diamantes são eternos, diz o ditado. Para muita gente, eles também são transparentes e cristalinos. Porém, você já pensou na possibilidade dos diamantes coloridos? Em vez de escolher uma aliança com elemento semiprecioso, por exemplo, será que é possível comprar uma com um diamante azul?

A verdade é que, hoje, há muitas opções e essa pedra não precisa ficar limitada ao visual clássico. Ao conhecer as possibilidades, é mais fácil fazer uma compra que atende a todas as expectativas. Preparado para saber se o diamante azul existe? Continue a leitura e tire as suas dúvidas!

Afinal, os diamantes coloridos são reais?

É bem verdade que a maior parte dos diamantes produzidos e comercializados é transparente. Então, é normal achar que esse é o único padrão que existe. No entanto, é possível encontrar, na natureza, pedras do tipo com diferentes cores. As peças, normalmente, recebem o nome de “fancy diamond” — algo como “diamante chique”, em tradução livre do inglês.

Embora sejam mais raros, eles aparecem em praticamente todas as nuances do espectro visível. Além de tudo, há aqueles produzidos em laboratório com cores diferentes. Então, não se espante se encontrar por aí um diamante azul.

Quais são os tons mais valiosos?

Os que aparecem com frequência elevada são os que apresentam um tom marrom, quase âmbar. Eles têm um visual característico, mas não têm o maior valor do mercado por aparecerem de modo comum. Os amarelos são uma espécie de variação e, por isso, são os encontrados com a segunda maior frequência. Em seguida, o de cor rosa aparece com um toque delicado e muito romântico.

Já o diamante azul representa uma pequena porcentagem dos explorados e, com isso, recebe muita atenção. Afinal, quem é que não deseja ter um pedaço de raridade?

Entre os diamantes coloridos, os mais raros são o verde, o preto e o vermelho — no topo absoluto e conhecido como “diamante de sangue”. Dependendo do tamanho, do trabalho e da dificuldade em encontrar a pedra no mercado, o valor aumenta — e a emoção de ver algo tão raro também.

Quando o diamante azul ou de outras cores é ideal?

Por serem pouco comuns, escolher ou presentear com uma peça com diamantes coloridos é um ato muito especial. Ao oferecer uma aliança de noivado com esse elemento, por exemplo, o pedido se torna único e marcado por ainda mais emoção. Não se trata do valor de compra, mas sim do gesto de selecionar algo singular.

Eles também não são limitados a comemorações de casamento. É possível escolher joias com essas características para celebrar um momento especial ou para eternizar uma lembrança. Se não puder ou não quiser comprar diamantes coloridos, é viável optar por peças semelhantes. Aquelas com pedras semipreciosas e cristais coloridos oferecem um efeito bem próximo. O importante é garantir a surpresa de quem não espera uma joia que foge do famoso padrão transparente.

Os diamantes coloridos existem, embora sejam raros. Escolher uma peça com um desses elementos ou com visual similar é a certeza de surpreender a outra pessoa e conquistar um aspecto incrível.

O que você acha do diamante azul e das pedras de outras cores? Conte nos comentários e compartilhe as suas impressões!