História do buquê de noiva

Uma das grandes tradições que compõem a cerimônia de casamento é o buquê de noiva. É um adereço de flores que a noiva carrega em sua entrada na Igreja ou no local de realização da celebração. Também é um costume divertido a hora de “jogar o buquê”, quando a noiva, de costas, atira o buquê em direção às convidadas e aquela que conseguir pegá-lo será a próxima a se casar.

Mas você sabe de onde surgiu esse costume do buquê de noivas? Não? Então vem com a gente!

Primeiro, é preciso entender que não existe ainda uma história aceita como oficial quando se fala na origem da tradição do buquê de noiva. Existem muitas lendas que tentam explicar o início desse costume. Aqui, contaremos aquelas mais aceitas, mas vocês podem encontrar versões diferentes por aí.

Há quem diga que tudo começou na Grécia Antiga: as noivas deveriam oferecer flores em homenagem à deusa Hera, noiva de Zeus. Outra versão diz que era costume que as mulheres da Grécia Antiga fizesse um ramo de ervas com alho e colocassem como ornamento em suas vestes de casamento. O objetivo era atrair boas vibrações e afastar inveja das solteironas e das inimigas.

Com o tempo, os ramos e os alhos foram substituídos por flores, compondo o buquê como conhecemos hoje.

Há também uma versão que diz que, durante a Idade Média, existia uma tradição em que as noivas deveriam fazer o trajeto até a igreja a pé. No caminho, recebiam das pessoas da comunidade alguns temperos e ervas como desejo de sorte e felicidade. Ao fim, ela chegava na igreja com um buquê formado por essas ervas e temperos.

Essa história é bem parecida com a antiga tradição francesa, país, inclusive, cuja língua origina a palavra buquê (bouquet no francês). Nesse costume, a noiva caminhava pela cidade em direção à igreja e as pessoas a presenteavam com flores como sinal de boa sorte. A noiva, então, juntava todas essas flores e formava o buquê que carregaria até o altar.

Existe uma explicação um pouco nojentinha também. Como é de conhecimento da história, o hábito de tomar banho não era muito comum na Europa, nos séculos XVI e XVII. Os primeiros banhos aconteciam com a chegava da primavera no hemisfério norte, em maio, época que os noivos escolhiam se casar por estarem mais limpinhos e apresentáveis (inclusive, essa é uma das possíveis explicações para o mês de maio até hoje ser famoso por seus casamentos). Reza a lenda que o buquê de flores era usado pra disfarçar o cheirinho ruim das pessoas.

Bom, todas essas histórias ainda são teorias e especulações. Enquanto nada se confirma, podemos escolher aquela que mais nos agrada, não é mesmo? Conta pra gente de qual você gostou mais!

Ah, e aproveita que está por aqui e da uma passadinha la na Loja Online da WM Joias! Temos um catálogo enorme com várias opções de alianças de casamento, de noivado e de namoro. Também temos vários tipos de joias e anéis de formatura!

Até a próxima, pessoal 🙂